terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Piloto do GloboCop que caiu em Recife-Pe, é filho de uma afraniense

O piloto do GloboCop, que caiu em Recife-PE na manhã desta terça-feira(23), Daniel Galvão, tinha 33 anos e 15 anos de experiência profissional. Com o  sonho de ser piloto, o recifense naturalizado Norte Americano, concluiu o curso de Piloto de Helicóptero no EUA  e voltou ao Brasil onde exercia sua profissão.
Nesta manhã de terça-feira(23) o Helicóptero que pilotava  sofreu um acidente e terminou caindo na Praia do Pina em Recife-PE. A comoção tomou  conta de dezenas de pessoas  que viram a queda da aeronave e tentaram ajudar no resgate das vitimas. Vários videos na internet  mostram os momentos  chocantes de moradores e curiosos que ajudaram a resgatar as vitimas do acidente.
O Helicóptero caiu e tirou  as vida do piloto Daniel Galvão, 37 anos e  da operadora de tráfego,  Sargento Lia Souza,, 34 anos. Um  terceiro envolvido, que era operador de transmissão da Rede Globo, Miguel Brendo, foi encaminhado ao Hospital da Restauração em Recife,  onde se encontra em estado grave.
Daniel Galvão, era casado, não tinha filhos e era funcionário da empresa Helisae, que prestava serviços ao GlobCop há dez anos. Era filho da Afraniense Jania Cristina Cavalcanti, irmã da empresaria Socorro Cavalcanti, proprietária do Petrolina Palace Hotel. Aguardem novas informações.
 Vinicius de Santana

Duas pessoas morrem em queda de helicóptero da Globo Nordeste no Recife


Um helicóptero caiu, na manhã desta terça-feira (23), na Praia do Pina, na Zona Sul do Recife. O acidente com o Globocop ocorreu no mar, por volta das 6h15. De acordo com informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), três pessoas estavam na aeronave. Duas delas morreram e uma foi encaminhada para o Hospital da Restauração (HR), na área central capital.
O acidente aconteceu logo depois que o helicóptero fez as imagens da abertura do jornal Bom Dia Pernambuco, nesta terça-feira. O Globocop foi revisado na semana passada e já tinha feito vários voos normais desde então.
A aeronave era pilotada pelo comandante Daniel Galvão. Também estava na aeronave o operador de transmissão Miguel Brendo. O helicóptero pertencia à empresa Helisae e prestava serviços para a Globo há mais de 15 anos.
Chovia no Recife quando ocorreu o acidente. Bombeiros foram acionados para fazer o resgate. A aeronave afundou e as equipes usam motos aquáticas para localizar o helicóptero. Segundo informações de populares, haveria um quarto tripulante. A corporação tenta localizar a vítima. (Fonte: G1-PE/foto: Wagner Sarmento/TV Globo/Blog do Carlos Britto)


segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Prefeita Josimara participa de reunião da ASCOD para discutir sobre a Caprishow 2018



O maior evento da caprinovinocultura do estado de Pernambuco realizado anualmente no mês de maio no município de Dormentes, a Caprishow, é discutido em reunião da ASCOD – Associação de Caprinos e Ovinos de Dormentes.

A reunião foi realizada no último sábado (20) na sede da ASCOD e estiveram presentes tratando a cerca da XIII edição do evento, a Prefeita do município Josimara Cavalcanti, o Secretário de Esporte, Cultura e Turismo Leniso Coelho e as vereadores Paizinha e Quinou.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Mulher morre após receber descarga elétrica em aparelho celular no carregador em Santa Cruz-PE




Na noite desta quarta-feira (17), uma mulher morreu após receber uma descarga elétrica na Rua Pedro Pereira Galindo Torres, no Bairro São José, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do estado de Pernambuco. 

Segundo informações de familiares, a vítima, Jessica Barbosa da Trindade, de 30 anos de idade, morreu após receber uma descarga elétrica no momento em que falava em um aparelho celular com o carregador plugado na tomada de energia. Ainda de acordo com a família, a mulher sofria de epilepsia e possivelmente após o ataque ela sofreu a descarga e morreu. 

Uma equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada; porém quando chegou ao local a mulher já estava sem vida.

A Polícia Civil realizou o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo para o IML (Instituto de Medicina Legal) da cidade de Caruaru, também no Agreste de Pernambuco. 

Audionline

Prefeitura de Dormentes inaugura UBS no Bairro Francisca Irene




O município de Dormentes ganha mais um reforço para o atendimento em saúde. A prefeitura de Dormentes entregou para o Bairro Francisca Irene uma Unidade Básica de Saúde.

A solenidade aconteceu na noite de ontem (17), onde a prefeita Josimara juntamente com os vereadores da base aliada e equipe de governo entregou para a comunidade o aparelho que disponibilizará atendimento de enfermagem, médico e odontológico. A equipe está composta por técnica de enfermagem, enfermeira, médica odontológica, auxiliar de serviço bucal e médica, como também com cinco agentes comunitárias de saúde que cobrirá a área de abrangência da UBS.

O município homenageou Terezinha Coelho de Macêdo (in memórian), denominando a Unidade Básica com seu nome, através de Indicação das vereadoras Corrinha da Saúde e da presidente da Câmara Rosarinha, aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores.

Em sua fala a prefeita Josimara ressaltou o esforço da gestão “Geomarco/Josimara”, que mesmo com as dificuldades encontradas, sempre se precupou com aquela comunidade. “Iniciar uma gestão com problemas não é fácil, mas isso não nos fez parar e nem desistir, quanto maior foi o desafio maior foi nossa coragem para tentar resolver os problemas, mesmo com tantas dificuldades que nós encontramos”, disse.

Ao falar sobre a homenageada, Josimara relembrou o legado deixado por Dona Terezinha. “Uma mulher amável, zelosa, que onde encontrava com a gente era aquele abraço gostoso, então é muito justa a homenagem”, pontuou.


Imagens diversas:
























quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Procuradoria pede 386 anos de prisão para Eduardo Cunha



Em alegações finais no âmbito da ação penal derivada da operação Sépsis, que investiga desvios no fundo de investimentos do FI-FGTS, o Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça que os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (MDB-RN) sejam condenados, respectivamente, a penas de 386 anos e de 78 anos de prisão.
De acordo com a acusação, Cunha cometeu os crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e prevaricação. Henrique Alves, por sua vez, responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Além dos dois ex-parlamentares, que já estão presos, são réus no processo o ex-vice-presidente da Caixa Fabio Cleto, o corretor Lúcio Bolonha Funaro e seu funcionário Alexandre Margotto. Os três assinaram acordos de delação premiada e, portanto, os procuradores sugerem o cumprimento das penas estipuladas nas negociações.
As alegações finais são a última etapa do processo antes das sentença. Esse caso tramita na 10ª Vara Federal em Brasília sob titularidade do juiz Vallisney de Souza Oliveira.
Ainda por conta dos supostos prejuízos causados pela corrupção, os procuradores pedem uma multa de R$ 13,7 milhões para Cunha e R$ 3,2 milhões para Alves.
Na peça, o MPF explica que os crimes imputados a eles são referentes apenas ao caso envolvendo a empresa Carioca Engenharia. O caso representa apenas 4% da propina recebido por Cleto enquanto vice-presidente de Fundos de Governo e Loteria da Caixa.
“Ficou comprovado nestes autos, pelos elementos probatórios, assim como atualmente vem sendo descortinado em diversas operações realizadas, como é o caso das denominadas operações Sépsis, Cui Bono, Patmos e Lava Jato, entre outras, um esquema criminoso que utiliza ardilosamente a Administração Pública como forma de obter vantagens indevidas. Participavam desse conluio políticos, agentes públicos, operadores financeiros, empresários e outros agentes privados”, diz o MPF
A operação Sépsis, origem do processo no qual o MPF pede a condenação dos emedebistas, foi deflagrada pela Polícia Federal e pela Procuradoria-geral da República em julho de 2015. A ação teve como base a delação premiada de Cleto e dos executivos da Carioca Engenharia que detalharam como o grupo político de Cunha e Alves se valiam da nomeação de diretores na Caixa para cobrar propina de empresas interessadas em aportes do FI-FGTS.
No tópico em que define a dosimetria de pena e aponta a sugestão de 386 anos para Cunha e 78 para Alves, os procuradores Anselmo Lopes e Sarah Moreira, afirmam que os dois são “criminosos em série (criminal serial) ,fazendo da política e da vida pública um caminho para a vida delituosa.”
“De fato, restou demonstrado no curso da ação penal que Cunha e Alves possuem personalidades voltadas para o crime, para a corrupção em seu sentido mais amplo. São pessoas que não demonstraram ou comunicaram, ao menos até o presente momento, qualquer arrependimento por seus crimes”, afirmam os procuradores. (AE).
Edenevaldo Alves

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Detento é encontrado morto na cadeia de Paulistana

Foto: Facebook
O detento, JEOVANE SOUSA,  de 18 anos, foi encontrado morto com sinais de enforcamento, durante a tarde desta segunda-feira (15/01), em uma das celas da cadeia publica na Delegacia da Policia Civil de Paulistana (PI).

De acordo com informações obtidas pela reportagem, o jovem tinha sido preso no ultimo sábado (13), e teria utilizado de um fio de uma bolsa tipo "Mochila" para se enforcar, e depois teria sido encontrado por um agente policial.

Em seguida no principio da noite o corpo teria passado por pericia com peritos de Picos (PI). E também foi levado para procedimentos no Hospital Regional de Paulistana.


FN NOTÍCIAS