terça-feira, 30 de junho de 2015

Comissão discute transposição do São Francisco


Após o ministro da Integração, Gilberto Occhi, atribuir a responsabilidade pela lentidão nas obras da Transposição do Rio São Francisco às empresas que executam a obra, a comissão externa da Câmara dos Deputados que avalia a transposição realiza audiência pública nesta terça-feira (30), às 14h30, para discutir, entre outros temas, a situação das obras.

Será discutido também a operacionalização e o gerenciamento do projeto, a situação do esgotamento sanitário das cidades às margens do São Francisco e a preservação e revitalização da bacia hidrográfica do rio.

Orçada em R$ 8,2 bilhões, a transposição já consumiu R$ 6,24 bilhões. A obra conta atualmente com 9.193 funcionários, segundo o Ministério da Integração Nacional. A previsão era que o projeto fosse entregue em 2010.

O debate foi solicitado pelos deputados Adail Carneiro (PHS-CE) e Rômulo Gouveia (PSD-PB). Foram convidados para a audiência o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, Anivaldo de Miranda Pinto; o diretor da Área de Revitalização das Bacias Hidrográficas da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), representando o presidente da Codevasf, Eduardo Jorge de Oliveira Motta; e o diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu Guillo.

 (Blog do Jamildo)

0 comentários:

Postar um comentário