segunda-feira, 3 de agosto de 2015

De volta para o futuro


O Deputado Gonzaga Patriota resolveu depois de quase quatro anos, reavaliar a sua aproximação política com o Senador Fernando Bezerra, ocorrida em 2012, numa iniciativa do Governador Eduardo Campos, que juntou todo mundo do PSB para derrotar Júlio Losio na campanha de prefeito .
Ficou bem claro que a união entre os dois grupos, de Fernando e Gonzaga, só trouxe prejuízo para Patriota que viu descambar ladeira abaixo, agora em 2014, a sua votação em Petrolina. Perdeu quase que 50% de seu eleitorado, o mesmo eleitorado que nunca aprovou a união dele com os Bezerra Coelho e por isso migrou para outras candidaturas numa clara rejeição ao seu acordo.
Agora aproveitando a nomeação do Deputado Miguel Coelho para presidir a Comissão Provisória do PSB em Petrolina, fato que trouxe desconforto para membros do partido na cidade, Gonzaga declarou à imprensa regional, que acabou o namoro com o grupo do Senador Fernando Bezerra e que nunca mais votará em Coelho.
Não é a primeira vez e poderá não ser a última, que Patriota faz declarações estapafúrdias contra o Senador. Disse em 2008 que não iria nem por céu com Fernando, mas apoiou Fernando Filho em 2012 e mais recentemente em 2014 teceu sempre bons elogios tanto ao Senador como ao seu filho, mantendo a ilusão de que o Prefeito Júlio Lóssio seria cassado durante o período eleitoral e que Fernando Filho assumiria o poder municipal em Petrolina e transferiria os seus votos para Patriota. Hipótese melada que terminou dando errada.
Como não deu nada certo, Gonzaga, mesmo com a sua eleição garantida para Deputado Federal, amargou uma baixa votação em Petrolina confirmando assim a insatisfação de seu eleitorado que nunca engoliu a união dele com o Senador Fernando Bezerra. Agora, perto de completar 70 anos de vida e com um historico politico invejável, um mandato de Deputado Estadual  e  sete de Deputado Federal, pode estar de voltar ao futuro e ai tentar reconquistar o seu espaço politico em Petrolina, que ele perdeu num piscar de olho nesses ultimos anos.
 (Vinicius de Santana)

0 comentários:

Postar um comentário