quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Policia Civil de Afrânio: "suspeito confessa que matou mulher sem querer, ele disse que pauladas aconteceram após receber pedradas pelas costas atiradas pela vítima"


Polícia Civil do município de Afrânio PE, no sertão do São Francisco, informou ao Blog nesta tarde de terça-feira 26/01 que Maurílio Santana Rodrigues, Vulgo "Bidú" que estava cumprindo preventiva de 30 dias, com prazo prorrogável por igual período em caso de extrema e comprovada necessidade, determinada pelo o Juiz Dr Francisco Josafá Moreira, confessou ser o autor da morte de Eva de Sousa conhecida como "Evinha". 

Segundo informações da Polícia Civil, "Bidú" disse que: "encontrou com "Evinha" na rua com um coiote de cachaça, pediu para beber com ela dizendo que depois compraria mais, e foi exatamente ai que a levou de moto para o local onde o corpo foi encontrado. Chegando lá manteve relação sexual com a vítima porém, não ejaculou devido está muito bêbado, levantou-se para ir a cidade e a vítima cobrou o cumprimento do acordo, ele se recusou a comprar a cachaça que havia prometido para ela, e nesse momento Eva teria derrubado a sua moto (que também não era dele) e em seguida lhe atirado uma pedra nas costas, de maneira que ao receber a pedrada pegou o primeiro pau que encontrou mais próximo e desferiu-lhe a primeira paulada, e depois mais duas. Quando percebeu o sangue e o verdadeiro estado em que ficou a vítima pós pauladas, se apavorou com medo dela morrer e decidiu buscar ajuda no hospital pedindo uma ambulância. Segundo informações obtidas na Polícia Militar que o prendeu ontem (25/01), Bidu confessou ter roubado a moto que conduzia no Estado do Maranhão mais um comparsa, não revelando o nome do comparsa naquele momento. 

Depois de ter confessado o roubo da moto e do assassinato de "Evinha", Bidu ficou detido e encontra-se a disposição das autoridades competentes.


Publicação/Blog do G Silva
Informações/Polícia Civil/Polícia Militar


0 comentários:

Postar um comentário