sábado, 28 de maio de 2016

Bate-chapa no PSB de Petrolina é evidente, diz Lucas Ramos



Deputado Estadual Lucas Ramos (PSB) diz que os rumos do partido em Petrolina para as eleições 2016 está nas mãos do Governador de Pernambuco Paulo Câmara, líder estadual da sigla. Como pré-candidato a prefeitura municipal, ele não descarta um bate-chapa dentro do partido, opção descartada pelo deputado estadual Miguel Coelho, e também pré-candidato ao cargo pelo PSB em Petrolina.
“Estamos fazendo uma agenda bastante positiva, conversando com as lideranças partidárias e comunitárias, buscando a manutenção da Frente Popular de Pernambuco aqui no município. Estamos presentes nos Bairros, visitando às pessoas, ouvindo delas o que é preciso ser feito, e quais as políticas públicas que podemos incrementar de forma a oferecer uma melhor qualidade de vida para todos os petrolinenses”, disse Lucas acrescentando que o está recebendo o incentivo do Governador. “Colocamos isso desde o começo para o Governador Paulo Câmara, que tem nos incentivado, dia após dia, a intensificar mais essa caminhada”.
Para Lucas há uma possibilidade evidente de um bate-chapa, mas ele não impõe essa condição para permanecer no partido. “A minha fidelidade ao Partido Socialista Brasileiro é muito maior do que a indicação para a disputa da eleição para a prefeitura de Petrolina, a minha filiação vem de 15 anos atrás, de uma história construída com Miguel Arraes de Alencar, reforçada pelos ensinamentos de Eduardo Campos, a maior liderança que esse Estado já teve”.
O socialista também assinala que o fato de ter a vice-liderança do Governo na Assembleia Legislativa o legitima para concorrer às eleições. “Isso mostra o tamanho que nós temos dentro o PSB, portanto não é uma condicionante, a gente sabe que existem outros filiados no partido que disputam o mesmo espaço para a eleição majoritária em Petrolina, é um direito constitucional, um direito de todos aqueles que tem a sua ficha devidamente abonada e esteja regular junto a Justiça Eleitoral. É democrático que nós respeitemos a vontade de cada filiado disputar às eleições e acredito que esse espaço será preservado, dos filiados que demonstrarem a sua disposição de concorrer. Nosso líder é o Governador Paulo Câmara que tem o poder de ouvir todas as lideranças, independente se eles estão em sintonia ou não”, assegura Lucas.

Grande Rio FM

0 comentários:

Postar um comentário