segunda-feira, 30 de maio de 2016

Polícias Civil, Militar e Federal estão em busca dos membros do ‘Novo Cangaço’


not-822-20160529143422

As polícias Civil e Militar de Pernambuco, Piauí e Bahia, além da Polícia Federal, estão em busca dos integrantes do grupo que se intitula como ‘Novo Cangaço’, que tem levado terror para várias cidades sertanejas, localizadas nos três estados citados. O grupo prefere atacar agências bancárias de cidades pequenas, mas antes, costuma metralhar os postos policiais. O último ataque de grande repercussão aconteceu em Curimatá, no Piauí. Cinco dos acusados foram mortos pela polícia.

De acordo com a Folha de PE, para o diretor do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, João Rufino, é preciso unir inteligência policial e melhor estrutura para combater esses crimes. “Apesar de a cobrança por mais segurança nos bancos ser permanente, no caso do Interior, mesmo que houvesse todo tipo de investimento na agência, ficaria difícil evitar crimes quando a lacuna está do lado de fora. É crime organizado, que estuda a cidade, encontra só três, cinco policiais, e impõe terror. Falta maior integração entre as polícias nas fronteiras. As rotas de fuga são muitas naquela região”, disse o sindicalista.

O chefe de comunicações sociais da Polícia Federal em Pernambuco, Giovanni Santoro, explica que as ramificações dessa e de outras quadrilhas por outros estados está dificultando as ações dos policiais, mas ele confirmou a participação da Polícia Federal nas investigações. Giovanni ressalta que o grupo atacou o Piauí, mas é de Pernambuco e tem atuação interestadual. 

(Folha de PE)


0 comentários:

Postar um comentário