quinta-feira, 25 de maio de 2017

Parte do PSB quer expulsão de Fernando Filho, mas legenda vem evitando posicionamento definitivo sobre questão








Após peitar o PSB e decidir ficar no cargo de ministro das Minas e Energia, o deputado federal licenciado Fernando Filho criou definitivamente um clima de mal-estar dentro do seu partido.

Pela nota divulgada ontem (23), Fernando Filho tentou mostrar coerência ao decidir permanecer no Governo Temer. Até porque o socialista foi uma escolha pessoal do presidente, e não uma indicação do partido.

Mas a Executiva Nacional do PSB parece não pensar assim. Uma parte, inclusive, defende a expulsão de Fernando Filho da legenda, e não somente pelo fato dele estar ao lado de um chefe de Executivo denunciado em delação do empresário Joesley Batista, da JBS. Ele também foi liberado por Temer para votar a favor da reforma trabalhista.

Mas, ao menos por enquanto, o PSB ainda não bateu de frente publicamente com Fernando Filho nem o pai dele, o senador Fernando Bezerra Coelho, o qual também apoia o governo federal. Resta esperar pelos próximos capítulos desse impasse.

 Fonte: Blog do Carlos Britto

0 comentários:

Postar um comentário