segunda-feira, 17 de julho de 2017

Para barrar Lula, PSDB cogita Renata campos como vice


Com Lula lutando para permanecer no páreo eleitoral de 2018, o PSDB se prepara para lançar uma nova ofensiva contra o ex-presidente no terreno onde o capital eleitoral do petista ´´e mais forte: a Região Nordeste. A ideia é reduzir este capital político chamando para vice da chapa tucana a ex-primeira dama Renata Campos, viúva do ex-governador Eduardo Campos (PSB). 

Um nome nordestino forte é visto pela cúpula do partido como algo essencial para barrar a influência de Lula, principalmente se o candidato do PSDB for original de São Paulo, como o prefeito da capital, João Doria, ou o governador, Geraldo Alckmin. 

No caso de Renata Campos, o convite também é visto como a grande chance do PSDB para fechar uma aliança nacional com o PSB, aliança que e desejada desde há muito tempo por caciques tucanos, como o próprio Alckmin. Uma outra alternativa é o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

 (247)

0 comentários:

Postar um comentário