sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Joaquim Barbosa é candidato preferencial do PSB


O PSB descartou a possibilidade de prévias para escolha do seu candidato à Presidência da República e reforçou sua preferência pelo ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. A sigla convidou Barbosa para filiação em junho deste ano e espera uma resposta até janeiro de 2018. A sigla deixou claro que, se Barbosa ingressar na legenda, será para se candidatar. Na prática, a sinalização do PSB é um freio no ex-ministro dos governos Lula e Dilma, Aldo Rebelo (PSB), que, internamente, admitiu que disputará a indicação.
O vice-presidente nacional de Relações Governamentais e Internacionais do PSB, Beto Albuquerque, afirmou que o partido não realiza prévias e que apoia o nome de Joaquim Barbosa. Outro socialista também reforçou que, se a legenda tiver candidato, será o magistrado aposentado. “A postulação de Aldo Rebelo é simplesmente para colocar o nome dele em destaque”, disse, em reserva. Rebelo foi filiado ao PCdoB por 40 anos e entrou no PSB em setembro de 2017. Na época, ele tinha negado qualquer intenção eleitoral ao entrar na sigla. Por meio de nota, o PSB disse que, historicamente, não escolhe seus candidatos por meio de prévias. “Segundo as regras estatutárias, a indicação e aprovação de candidatos a presidente e vice-presidente da República cabe ao Congresso Nacional”.
Enquanto não se decide, Joaquim Barbosa tem tido conversas com quadros do PSB. A legenda já adiou o Congresso Nacional – evento em que faz as deliberações eleitorais – por causa das indefinições quanto aos novos quadros. Em 2014, lideranças do PSB chegaram a conversar com o ex-ministro para atrai-lo para a sigla. 
(Folha PE).


0 comentários:

Postar um comentário