sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

‘Não podem impedir um velhinho com tesão de 20 anos de ser candidato’, diz Lula



O ex-presidente Lula convidou um grupo de jornalistas para se encontrar com ele nesta quarta-feira (20), no Instituto Lula, e gravar uma entrevista. “Faz muito tempo que a gente não conversa. Eu então tomei a decisão de, neste final de ano, tomar um café com vocês e tentar matar a saudade. E ver o que vocês tanto querem perguntar e se eu vou saber responder”, disse Lula.
Em um trecho da entrevista, Lula disse: “Como eu acho que eu vou ser cada vez mais inocentado, eu acho que no final vai prevalecer o bom senso nesse país. Como eles podem tentar evitar que um velhinho [como eu] de 72 anos de vida, energia de 30 anos e tesão de 20 seja candidato? Não é possível. É tanta coisa boa junta que eles têm que deixar. Ainda mais um cara que tem um otimismo, sozinho, que todos não tem juntos.”
“Vou tentar ter o melhor humor possível. De vez em quando eu vejo alguém dizer que estou mal humorado. Eu não poderia estar mal humorado porque sou corintiano. E estou em primeiro lugar nas pesquisas [eleitorais]. Se tem alguém que está mal humorado neste país não sou eu.”
O ex-presidente afirmou que “a gente continua vivendo no Brasil um momento atípico na política” que só será normalizado quando “o povo eleger diretamente um presidente ou uma presidenta da República”. Lula, que será julgado no dia 24 de janeiro pelo caso do tríplex, disse que não teme ser condenado nem preso e que será candidato “enquanto o PT quiser” e ele puder recorrer à Justiça para se manter na campanha.
Blog Edenevaldo Alves

0 comentários:

Postar um comentário