segunda-feira, 28 de maio de 2018

Prefeita Josimara decreta estado de emergência no município de Dormentes com suspensão das aulas e prioriza os serviços essenciais para a população



Por consequência dos efeitos do contexto social pelo qual o país vem passando, considerando as dificuldades de abastecimento de variados insumos necessários ao funcionamento de serviços essenciais, como educação e saúde, a Prefeita de Dormentes Josimara Cavalcanti decreta Estado de Emergência no município com suspensão das aulas e priorizando os serviços considerados essenciais para a população.

Usando suas atribuições legais e constitucionais, por meio do Decreto 052/2018, a gestora além de suspender as aulas na rede municipal de ensino, determinou que nenhum veículo ou máquina pertencente ao município ou que a ele preste serviço deverá circular, e deverão ser recolhidos à garagem e pátios da prefeitura, com exceção das ambulâncias e os veículos que realizem a limpeza pública na cidade e distritos. Que a Secretaria de Agricultura, Infraestrutura e Meio Ambiente a qual se acha vinculado o serviço de limpeza pública da cidade, deverá reduzir em 50%(cinquenta por cento), os serviços de limpeza e coleta de lixo que dependam da utilização de veículos para suas realizações, como também, que as ambulâncias vinculadas à Secretaria de Saúde, somente realize deslocamentos e atendimentos, em casos de extrema urgência e emergência, à critério da titular da Secretaria da pasta e mediante sua expressa autorização.

A Secretária de Educação, Alexandra de Assis ressalta a dificuldade para o abastecimento de combustível na cidade, em especial para veículos que atendem aos estudantes, como também, de gás e merenda escolar, justificando a necessidade da medida. A secretária informa ainda, que posteriormente serão viabilizadas as reposições dos dias devidos, primando pela garantia do direito do aluno.

A medida que inicia nesta terça-feira (29) segue por tempo indeterminado, até que se normalize a situação e o município tenha condições de viabilizar a prestação dos serviços.



0 comentários:

Postar um comentário